Página 1 de 2

Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Domingo 1 Novembro 2009, 15:36
por Tovi
...já não era sem tempo.

1Nov2009 - Um novo começo - O PÚBLICO inicia hoje uma nova etapa da sua história. Quase 20 anos depois do primeiro dia, uma nova direcção, um novo começo. Um tempo mais difícil, também.


Ver Editorial aqui: http://www.publico.clix.pt/Media/um-novo-comeco_1407731

Imagem
Bárbara Reis, a nova Directora do Público, era desde Maio directora-executiva deste jornal diário, com a responsabilidade dos suplementos Ípsilon, P2 e Fugas, tendo integrado a equipa fundadora do jornal na secção de política internacional. Entre 1995 e 2000 foi correspondente do Público em Nova Iorque, tendo entre 2000 e 2002 sido porta-voz da missão de Paz das Nações Unidas em Timor Leste, chefiada por Sérgio Vieira de Mello.

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Domingo 1 Novembro 2009, 15:53
por Arp
Isto continua a ser do Belmiro, não? :?

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Domingo 1 Novembro 2009, 17:18
por Tovi
Público Comunicação Social SA é uma das empresas da Sonaecom, a sub-holding da Sonae para a área das Telecomunicações, Media e Software e Sistemas de Informação (SSI).

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Segunda-Feira 2 Novembro 2009, 01:52
por XôZé
Tovi Escreveu:Público Comunicação Social SA é uma das empresas da Sonaecom, a sub-holding da Sonae para a área das Telecomunicações, Media e Software e Sistemas de Informação (SSI).


...agora numa versão mais amansada. 8-)

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Terça-Feira 6 Abril 2010, 11:12
por zézen
Bárbara Reis, directora do jornal 'Público'

O país deve estar grato à directora do 'Público', em vez de andar a perder tempo com os milhões dos negócios dos submarinos, para não falar dos milhares de milhões do BPN, os portugueses devem andar entretidos a saber o que Sócrates fez há vinte anos. A bem da Nação devem ser protegidas as personalidades do PSD, a prioridade nacional é convencer os eleitores a derrubar José Sócrates.

Para tal recorre-se, se for necessário à falta de honestidade intelectual, senão vejamos o que se escreve no 'Público':

«Este último aspecto [a remuneração], como então se referiu, é aliás irrelevante, uma vez que o pagamento do subsídio de exclusividade implicava a "impossibilidade legal [salvo raras excepções previstas na lei] de desempenho de qualquer actividade profissional, pública ou privada, incluindo o exercício de profissão liberal", sem distinção entre o facto de ser ou não remunerada, conforme concluiu um parecer da Procuradoria-Geral da República homologado pela Assembleia da República em 1992.»

Isto é, para que Sócrates não possa invocar o facto de não se ter tratado de trabalho remunerado o jornal Público invoca um parecer da Procuradoria-Geral da República que esclareceu dúvidas sobre o conceito de dedicação exclusiva dos deputados. Até aí estaria tudo bem, mas o jornal ignora que está a usar um parecer de 1990 para condenar factos dos anos 80. É caso para dizer que com este parecer Sócrates deveria estar esclarecido com assinou projectos mesmo não cobrando honorários.

A isto chama-se não ter escrúpulos e, pior ainda do que isso, ter muito pouco respeito pela opinião dos leitores. É evidente que o jornal já tinha este parecer da PGR na manga, sabiam muito bem que a situação suscitava dúvidas e que estas só foram definitivamente esclarecidas anos depois, usar este parecer para contrariar a posição do primeiro-ministro revela apenas pouca honestidade intelectual do jornal.

http://jumento.blogspot.com/

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Terça-Feira 6 Abril 2010, 12:10
por Arp
XôZé Escreveu:
Tovi Escreveu:Público Comunicação Social SA é uma das empresas da Sonaecom, a sub-holding da Sonae para a área das Telecomunicações, Media e Software e Sistemas de Informação (SSI).


...agora numa versão mais amansada. 8-)

Pelos vistos continua a mesma merda. :roll:
Até me fazem começar a gostar do Sócrates.
8-)

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Terça-Feira 6 Abril 2010, 20:20
por XôZé
Imagem

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Terça-Feira 6 Abril 2010, 21:15
por XôZé
zézen Escreveu: O país deve estar grato à directora do 'Público', em vez de andar a perder tempo com os milhões dos negócios dos submarinos, para não falar dos milhares de milhões do BPN, os portugueses devem andar entretidos a saber o que Sócrates fez há vinte anos. A bem da Nação devem ser protegidas as personalidades do PSD, a prioridade nacional é convencer os eleitores a derrubar José Sócrates...


Se Portugal fosse um país a sério como os Estados Unidos onde a vida dos politicos é escrutinada até aos tintins do pai, este engenheiro da treta nem para arrumador de carros conseguia emprego, por mais respeito que essa profissão me mereça.

Quanto à questão dos submarinos, mais o BPN e as viaturas Pandur que o blogue do burro esqueceu, tratam-se de outras tramoias que deviam ser tornadas publicas com o mesmo destaque das manigâncias do Trócas-te.

O jornal Público é privado e como tal ninguém tem que se imiscuír na sua linha editorial.

O DN e o JN são outros exemplos mas sobre estes não interessa criticar, não é?

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Quarta-Feira 7 Abril 2010, 10:14
por zézen
XôZé Escreveu:...O jornal Público é privado


O "Jumento" também :whistle:

Re: Nova direcção no jornal Público

MensagemEnviado: Quarta-Feira 7 Abril 2010, 19:57
por XôZé
zézen Escreveu: O "Jumento" também :whistle:


Entre esse e os jugulares não sei qual o mais pró-socretino. :evil:

Apenas são batidos pelo blogue do Miguel Abrantes. :evil: