Terramoto e tsunami no Chile

Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor Arp » Segunda-Feira 1 Março 2010, 23:40

Terremoto e tsunami matam mais de 700 no Chile

REUTERS
Por Mario Naranjo
CONCEPCIÓN, Chile (Reuters) - O número de mortos provocados por um megaterremoto que atingiu o Chile subiu para mais de 700 no domingo com novas informações chegando de cidades costeiras devastadas pelo tremor e por tsunamis provocados por ele.
A presidente chilena, Michelle Bachelet, confirmou 708 mortes e que o total deve subir.
Antes do anúncio de Bachelet, o número de mortos neste domingo era de cerca de 400. Mas a televisão estatal divulgou que equipes de emergência informaram que 350 pessoas foram mortas na cidade costeira de Constitución, que foi atingida por um tsunami.
Imagens de emissora de televisão da cidade portuária localizada a 350 quilômetros ao sudoeste de Santiago mostraram casas destruídas, grandes barcos pesqueiros arrastados para terra firme e carros revirados.
Há cenas de semelhante devastação em Pelluhue, outra cidade costeira, onde carros foram parar no telhado de casas destruídas.
Pessoas desesperadas por comida e água saquearam lojas em algumas áreas mais afetadas pelo terremoto, aumentando especulação de que o governo poderá recorrer à lei marcial para combater os saqueadores.
Centenas de milhares de casas e estradas na região central do Chile foram destruídas, em um duro golpe à infraestrutura do maior produtor de cobre do mundo e uma das economias mais estáveis da América Latina.
O prejuízo econômico causado pelo desastre estaria entre 15 e 30 bilhões de dólares informou a empresa de análise se risco Eqecat.
Alguns economistas projetam um profundo impacto na economia após o terremoto abalar setores da indústria e da agricultura das regiões mais afetadas, o que possivelmente vai pressionar o peso.
Em Concepción, a cerca de 500 quilômetros ao sul de Santiago, socorristas temem que cerca de 60 pessoas tenham sido esmagadas pelo desmoronamento de um prédio de apartamentos onde equipes de resgates trabalham durante a noite para encontrar sobreviventes.
"Passamos a noite toda trabalhando, quebrando paredes para encontrar sobreviventes. O maior problema é combustível, precisamos de combustível para manter as máquinas operando e água para as pessoas", afirmou o comandante da equipe de resgate, Marcelo Plaza.
A polícia usou bombas de gás lacrimogêneo e canhões de água para dispersar uma multidão de saqueadores que corriam com pacotes de comida e produtos eletrônicos de um supermercado. Imagens da televisão mostraram pessoas enchendo carrinhos de supermercado com produtos e a onda de saques se espalhava para outras lojas.
"As pessoas ficam dias sem comer. A única opção é vir aqui e pegar as coisas nós mesmos", afirmou Orlando Salazar, um dos saqueadores do supermercado.
A prefeita de Concepción, Jacqueline Rysselberghe, disse que a situação está "fora de controle" por causa da falta de produtos básicos.
"Temos uma situação muito complicada e as pessoas estão se sentindo muito vulneráveis", afirmou ela à rádio local, acrescentando que os saques são "totalmente injustificáveis".
"Precisamos do Exército. Não podemos ter pessoas defendendo suas próprias posses porque seria a lei do mais forte", afirmou a prefeita.
Diante da onda de saques, o governo chileno decidiu impor toque de recolher em Concepción, afirmou uma emissora de TV estatal.
NOVOS ABALOS
Uma série de abalos subsequentes atingiram o país e um mais forte balançou prédios na capital no início deste domingo. Enquanto isso, milhares de moradores de Concepción acamparam em barracas ou abrigos improvisados, temendo que novos tremores possam derrubar novos prédios.
Apesar da destruição, o custo humano do terremoto, o quinto mais forte desde 1900, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos, foi muito menor do que o sismo que devastou o Haiti em janeiro.
Especialistas disseram que o Chile, localizado em uma das zonas mais sísmicas do planeta, estava melhor preparado.
O presidente norte-americano, Barack Obama, disse que os Estados Unidos estavam prontos para ajudar o Chile. Brasil, Argentina, Bolívia, Peru e Venezuela também ofereceram apoio.
Bachelet declarou zonas de catástrofe as regiões de Maule, Bío-Bío, O'Higgins, Araucanía, Valparaíso e Metropolitana, que concentram 80 por cento da população do país.
O Chile, localizado na intersecção de duas placas geológicas, foi arrasado no passado por outros terremotos. Muitos lembram o tremor de magnitude 9,6 que devastou a cidade de Valdivia em 1960, o maior já registrado.
http://noticias.br.msn.com/artigo.aspx? ... d=23548722
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor zézen » Segunda-Feira 1 Março 2010, 23:42

"Desde que os homens foram à lua, estragaram tudo". :o (Ti Luzia)
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor XôZé » Segunda-Feira 1 Março 2010, 23:47

zézen Escreveu:"Desde que os homens foram à lua, estragaram tudo". :o (Ti Luzia)


Acho que é mais dedo de Deus Nosso Senhor. :mrgreen:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor Arp » Segunda-Feira 1 Março 2010, 23:51

:(
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor XôZé » Segunda-Feira 1 Março 2010, 23:52

O que é que foi? :?
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor Arp » Segunda-Feira 1 Março 2010, 23:54

Nada, porquê? 8-)
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor XôZé » Segunda-Feira 1 Março 2010, 23:59

Eu sei que a situação é triste mas estava a pikar o ZZ, uma prática que exerço raramente. :whistle:

A propósito:

Enviei um e-mail à minha amiga do Chile, a Pilar e ainda não recebi resposta. :(
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor zézen » Terça-Feira 2 Março 2010, 00:12

XôZé Escreveu:Eu sei que a situação é triste mas estava a pikar o ZZ, uma prática que exerço raramente. :whistle:


Imagem
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor Arp » Terça-Feira 2 Março 2010, 00:50

Porra, é de passar a vida de calças na mão :?

Chile tem mais de 140 tremores secundários em 48 horas
Dezenas de tremores secundários vêm sacudindo o Chile desde o grande terremoto de magnitude 8,8 registrado na madrugada de sábado.

Segundo os dados da agência geológica americana (USGS, na sigla em inglês), que monitora abalos sísmicos em todo o planeta, entre as 3h34 de sábado (mesmo horário de Brasília), quando foi registrado o primeiro e mais forte tremor, até as 7h desta segunda-feira, foram 148 terremotos de magnitude superior a 4,5 - oito desses tiveram magnitude superior a 6.

A grande maioria desses tremores secundários tiveram epicentros nas regiões de Maule e Bío Bío, as mais afetadas pelo primeiro tremor, no sábado, mas também houve registros de tremores com epicentros nas regiões próximas de Valparaíso, Araucanía, Libertador General Bernardo O'Higgins e na região metropolitana de Santiago.

O total de mortes confirmadas em consequência do terremoto de sábado chegou a 711, mas a presidente Michelle Bachelet disse que esse número deve aumentar ainda, devido ao grande número de pessoas ainda desaparecidas.

Equipes de resgate ainda tentam retirar dos escombros dezenas de pessoas presas sob edifícios que ruíram na cidade de Concepción, a segunda maior do país e o centro urbano mais próximo do epicentro do terremoto (90 quilômetros).

Muitos moradores da região passaram sua segunda noite ao ar livre, com temor de retornar às suas casas danificadas pelo tremor.

Ajuda

As autoridades chilenas prometeram o envio de ajuda para milhares de pessoas que ficaram desabrigadas nas cidades costeiras mais atingidas pelo terremoto e por tsunamis gerados pelo tremor.

Após uma reunião do Comitê de Emergência no domingo, Bachelet anunciou os detalhes de um plano de ação para enfrentar a devastação causada pelo terremoto do sábado.

Entre as medidas está a imposição de um toque de recolher às regiões de Maule e Bío Bío, declaradas como zonas de catástrofe.

Também foi anunciado o envio de 10 mil militares para auxiliar a polícia de Concepción, na região de Bío Bío, a evitar saques.

"Estamos diante de uma catástrofe de magnitude tão inimaginável que pedirá um gigantesco esforço", afirmou Bachelet, que também se reuniu na noite deste domingo com o presidente eleito, Sebastián Piñera, que toma posse no dia 11.

Após a reunião de uma hora com Bachelet, Piñera reuniu seu próprio futuro gabinete para discutir os trabalhos de reconstrução que deverão assumir a partir da próxima semana.

"Conversamos com a presidente sobre a forma de enfrentar esta emergência, porque a partir do terremoto, e nos dias que se seguem, há demandas muito urgentes", afirmou Piñera.

Alimentos

Michelle Bachelet também anunciou o início imediato da distribuição gratuita de alimentos de primeira necessidade nas áreas mais devastadas pelo terremoto, entre elas Concepción.

Apesar da reabertura de estradas e do aeroporto de Santiago, os grandes danos ainda estão impedindo os trabalhos das equipes de resgate e há muita dificuldade para se chegar aos que ainda estão soterrados nos escombros.

Cerca de 1,5 milhões de residências foram danificadas e, de acordo com Bachelet, cerca de 2 milhões de pessoas foram afetadas pelo terremoto. Foi o maior tremor registrado no país em 50 anos.

A companhia de avaliação de riscos americana Eqecat calculou que os prejuízos se situem entre US$ 15 bilhões e US$ 30 bilhões, equivalentes a algo entre 10% e 15% do Produto Interno Bruto (PIB) chileno.

Em cidades costeiras, como Talcahuano, perto de Concepción, tsunamis gerados pelo tremor destruíram instalações portuárias e a infraestrutura próxima do mar.

Na cidade costeira de Constitución, na região de Maule, também atingida por tsunamis, foram encontrados 350 corpos.

Em Curicó, a 180 km ao sul de Santiago, cerca de 90% do centro histórico da cidade foi destruído.

Saúde

O comitê liderado por Bachelet concluiu que o setor de saúde é o que, no momento, requer medidas mais urgentes.

Para lidar com as emergências no país, a presidente informou que vai usar toda a rede pública de saúde para atender pacientes em situação crítica, enquanto continuam os transportes de hospitais destruídos ou fechados nas áreas mais atingidas até outros centros de assistência que estão funcionando.

"Vamos buscar soluções distintas, como hospitais de campanha, mas também vamos adaptar locais que permitam a implementação de soluções no médio prazo", afirmou Bachelet.

O comitê também determinou o envio de cerca de 400 urbanistas para as ruas das áreas afetadas pelo terremoto para avaliar a situação dos prédios. Entre estes prédios haveria muitos que não apresentam problemas visíveis, mas poderiam ter problemas estruturais graves.

http://noticias.br.msn.com/mundo/artigo ... d=23550882
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Terramoto e tsunami no Chile

Mensagempor XôZé » Terça-Feira 2 Março 2010, 01:00

Tenho o Chile como um país desenvolvido, sobretudo ao nível da mentalidade apesar do seu passado.

Acho-o parecido com o nosso, salvaguardas diferenças consideráveis dos tempos de penumbra do século XX.

Esta noite assisti a imagens televisivas de "saque".

O desespero transforma aquilo que numa primeira vista nos pode parecer irracional em perfeita racionalidade de sobrevivência.

Depois fiquei a pensar, então e quando isto acontecer por cá?

Está tudo salvaguardado, páh!...dizem eles. :evil:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Próximo

Voltar para Actualidade Internacional

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes

cron