Juros & Interesses

Juros & Interesses

Mensagempor zézen » Quarta-Feira 1 Abril 2009, 11:14

A estratégia do caga-milhões
Tenho sérias dúvidas de que a estratégia de Sócrates assente numa autêntica chuva diária de "jackpots” tenha os resultados pretendidos, são tantos os pacotes anunciados que é caso para dizer que quando a esmola é grande até o pobre desconfia. Não só tenho dúvidas quanto aos resultados eleitorais como duvido muito dos benefícios económico, o impacto de muitas destas medidas só se farão sentir, correndo-se um sério risco de o emprego ser gerado quando a economia já estiver em recuperação. Sobrarão o défice e a pressão sobre a procura de mão-de-obra, se agora temos inflação a menos corremos o risco de vir a ter inflação a mais.
Muitos portugueses perguntar-se-ão se valeu a pena tantos sacrifícios, se há justificação para tanto confronto na Administração, para tanta perda de regalias, para tanto descontentamento e mau ambiente no Estado se só com um pacote para a cortiça que deu a Sócrates dois minutos de prime time se gastou mais do que aquilo que se poupou com tanto conflito. Ficarão os cidadãos do meu bairro contentes com tanto combate à crise quando o ministro da Administração o deixou entregue aos marginais para poupar meia-dúzia de tostões com a esquadra do Rêgo? Tenho muitas dúvidas.

Há qualquer coisa de errado quando se passaram três anos a exibir o controlo das contas públicas e o rigor orçamental para agora ouvirmos Sócrates agradecer à crise o fim do rigor orçamental imposto por Bruxelas, como se a necessidade de controlar as contas públicas não fosse indispensável para resolver os problemas da nossa economia mas sim um frete que fazemos a uns tipos que estão em Bruxelas.

Estou convencido que o rigor das contas públicas e intervenções na economia quando as mesmas fossem indispensáveis para salvar boas empresas que forma afectadas pela crise teria mais impacto eleitoral do que esta orgia orçamental. A mudança de discurso pode dar excelentes cerimónias mas muitos portugueses não vão entender como tanta miséria deu em fartura. Aumentaram-nos os impostos, cortaram-nos nas comparticipações em medicamentos, retiraram-nos direitos, tudo em nome do rigor e agora chove dinheiro.

É evidente que nem Sócrates nem Teixeira dos Santos são dados à magia, não fizeram aparecer dinheiro, a verdade é que muitas das medidas de que tanto se fala terão a maior parte do seu impacto no Orçamento de Estado de 2010. A renovação das escolas agora anunciadas é um bom exemplo disso, enquanto se fazem os projectos, se organizam os concursos e se lançam as obras passa o tempo suficiente para estarmos em 2010. E estou a ser optimista pois se o Estado pagar as contas com a pontualidade do costume uma boa parte da despesa será transferida para 2011. Isto é, a factura será transferida para o próximo ano, para 2009 fica o estímulo ao optimismo, que em termos comerciais é marketing e na política se designa por propaganda.

Sócrates poderá relançar a imagem que supõe desgastada graças aos milhões, mas perde definitivamente aquele que era o seu grande trunfo eleitoral, o rigor e a tomada de decisões difíceis mesmo que essas decisões fossem antipáticas. Ainda por cima Sócrates anda tão animado com esta fartura que corre um sério risco de negligenciar os que mais sofrem com a crise, esses não poderão apresentar projectos da indústria corticeira, não concorrerão às obras públicas, nem terão emprego porque muitos deles são velhos demais para trabalhar.

http://jumento.blogspot.com/
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Juros & Interesses

Mensagempor Arp » Segunda-Feira 27 Abril 2009, 21:22

MATEMÁTICA DE MENDIGO

Preste atenção nesta interessante pesquisa de um estagiário de Matemática :

Um sinal de trânsito muda de estado em média a cada 30 segundos (trinta
segundos no vermelho e trinta no verde). Então, a cada minuto um mendigo
tem 30 segundos para faturar pelo menos € 0,10, o que numa hora dará: 60 x
0,10 = € 6,00.

Se ele trabalhar 8 horas por dia, 25 dias por mês, num mês terá faturado:
25 x 8 x 6 = € 1.200,00. Será que isso é uma conta maluca?

Bom, 6 euros por hora é uma conta bastante razoável para quem está no
sinal, uma vez que, quem doa nunca dá somente 10 centimos e sim 20, 50 e às
vezes até 1,00€.

Mas, tudo bem, se ele faturar metade: € 3,00 por hora terá € 600,00 no
final do mês, que é o salário de um estagiário com uma carga de 35 horas
semanais ou 7 horas por dia.

Ainda assim, quando ele consegue uma moeda de € 1,00 (o que não é raro),
ele pode descansar tranquilo debaixo de uma árvore por mais 9 mudanças do
sinal de trânsito, sem nenhum chefe para o chatear por causa disto.

Mas considerando que é apenas teoria, vamos ao mundo real.

De posse destes dados fui entrevistar uma mulher que pede esmolas, e que
sempre vejo trocar seus os rendimentos na padaria em frente aos semáforos.


Perguntei-lhe quanto é que ela facturava por dia. Imaginem o que ela respondeu?

É isso mesmo, de 35 a 40 euros em média, o que dá (25 dias por mês) x 35 =
875 ou 25 x 40 = 1000 € mensais.

Moral da História :

É melhor ser mendigo do que estagiário (e muito menos PROFESSOR), e pelo
visto, ser estagiário e professor, é pior que ser Mendigo...

Esforce-se como mendigo e ganhe mais do que um estagiário ou um professor.

Peça esmolas. É mais fácil e melhor que arranjar um emprego.

Viva a Matemática.
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Juros & Interesses

Mensagempor Arp » Quarta-Feira 13 Janeiro 2010, 20:16

Imagem
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Juros & Interesses

Mensagempor XôZé » Quarta-Feira 13 Janeiro 2010, 21:29

Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Juros & Interesses

Mensagempor zézen » Terça-Feira 30 Novembro 2010, 08:45

a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Juros & Interesses

Mensagempor Arp » Terça-Feira 30 Novembro 2010, 23:37

É pah! Aquilo está cheio de quadradinhos com risquinhos esquisitos. :whistle:
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Juros & Interesses

Mensagempor zézen » Quarta-Feira 1 Dezembro 2010, 13:16

È para os menores de 18 anos não terem acesso facil. :mrgreen:
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Juros & Interesses

Mensagempor Arp » Quarta-Feira 1 Dezembro 2010, 21:56

Pelos vistos, menores de 18 e maiores de 60... :mrgreen:
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02


Voltar para Economia

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes

cron