Papa

Re: Papa

Mensagempor XôZé » Quinta-Feira 13 Maio 2010, 23:46

Não me f*d*s porque pior que religião é aturar crónicas lampionas. :twisted:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Papa

Mensagempor Tovi » Sábado 15 Maio 2010, 17:08

Na manhã de sexta-feira fui ver o Papa.

De casa até à Trindade fui de metro e depois andei a pé pela Praça Almeida Garrett, Avenida dos Aliados, Praça da Liberdade e toda a zona envolvente desta Sala de Visitas da Cidade Invicta. Quando a caravana da comitiva de Bento XVI chegou à baixa do Porto estava eu em frente à Estação de São Bento, um bom local para fazer umas fotos. Depois já não consegui entrar nos Aliados, tal era o mar de gente que lá se encontrava para assistir à missa. Dei então uma volta pela zona da Praça D. João I e aí sim, podia-se assistir a todas as cerimónias num soberbo ecrã gigante colocado entre as duas estátuas dos cavalos. Por volta da hora do meio-dia fui para zona da estação da Trindade, onde consegui fotografar o Papa na sua ida para o aeroporto.

Brevemente vou colocar aqui alguns dos “bonecos” que fiz com a minha Olympus Camedia C-220 zoom (2.0 megapixel)… não estão grande coisa, mas melhor não sei fazer.
http://tovi.blogs.sapo.pt
"Devido à velocidade da luz ser superior à do som, algumas pessoas parecem inteligentes até as ouvirmos."
Avatar do Utilizador
Tovi
Resmungão
Resmungão
 
Mensagens: 2577
Registado: Terça-Feira 9 Outubro 2007, 21:28
Localização: Porto - Portugal

Re: Papa

Mensagempor Arp » Sábado 15 Maio 2010, 23:07

Rock in Fátima: "O mundo deu a volta"

por FERNANDA CÂNCIO

Faz sol e chove e faz frio, à vez. Na grande depressão circular que é o recinto de Fátima, Andreia Corvo, 17 anos, óculos escuros enormes, jeans e várias camisolas, alonga- -se num colchão como na praia - como na sua terra, Olhão -, à espera do Papa. "Tenho curiosidade de o ver, a ver se me toca alguma coisa." O quê, Andreia não sabe explicar. "Sou de uma comunidade cristã e perguntaram se queria vir e vim." É a primeira vez em Fátima e sobre o sítio e o seu significado só sorrisos: "Não percebo nada disto, sinceramente." Quanto ao que espera que o Papa diga ou o que ele lhe diz, mais embaraço. "Sinceramente não sei, nunca o ouvi."
A um metro de Andreia, no corredor de pedra lisa que atravessa o recinto até a uma espécie de grande telheiro sobre uma pequena casinha - a chamada Capela das Aparições -, Maria Alice Carvalho Alves Silva, 65 anos, residente em Celorico de Basto, avança lentamente, de joelhos, o rosto fechado para a assistência. É uma das muitas mulheres - não há homens, por acaso ou não - que "pagam" assim um pedido.
Em comum, além do género e da escolha do meio (massacrar as rótulas), o olhar abstracto, às vezes doloroso, em contraste paradoxal com o tumulto que as rodeia e que faz as voluntárias de serviço, freiras e escuteiras, solicitar uma e outra vez às pessoas que se desviem para deixar passar as pagadoras de promessas.
Maria Alice não se protegeu com joelheiras mas chega ao fim de boa disposição e sem queixas. "Vim porque o filho da minha filha foi operado a um tumor maligno no cérebro. Ela trouxe-o a cachaleiro [às cavalitas] dela e deu três voltas, e eu vim também. Acredito muito na Nossa Senhora de Fátima. A gente tem fé que nossa senhora é tudo e pode tudo."
A diferença entre pedir e crer, esperar e aceitar a graça e vir aqui fazer o corredor de joelhos no meio desta multidão é, explica, "o sacrifício". "Se eu não viesse, ela não se importava, claro. Mas eu quero vir. Fátima é o altar do mundo, a terra do silêncio, do sagrado." Silêncio, de momento, não abunda. Maria Alice concorda, critica: "Quando comecei a vir aqui, com 17 anos, não se dava um pio, era um lugar santo. Havia mais gente, mas era diferente. Agora é barulho, é confusão. Há bocadinho ali em cima, cantou-se e fez-se um sacramento e ninguém ligou, tudo deitado no chão. Já não há aquela fé... E cada vez vai ser pior." O desalento e descrença face ao presente e futuro em alguém que acabou de atribuir uma cura milagrosa a uma existência superior que tudo vê, pode e controla parece contradição insanável.
Mas Maria Alice explica: "Deus e Nossa Senhora estão onde estão e vão continuar a estar onde estão, mas as pessoas não cumprem; cada vez as igrejas estão mais vazias, cada vez menos crianças, cada vez mais abortos... Já não há amor, já não há pessoas de coração puro. Nossa Senhora abeirou-se daqueles meninos inocentes para mudar o mundo... Mas o mundo deu a volta. Como não sei, mas cada vez vai ser pior, vai ver." Cada vez pior? Não é suposto ter esperança? "Mas eu tenho esperança."
Chove agora, quando se anuncia a chegada do papamóvel. Gritos de viva o Papa, palmas, gente a subir para banquinhos, para cima de gente, em bicos dos pés.
Maria Amélia Pinto de Barros, portuense de 75 anos, casaco de caxemira, gola de vison, carteira Vuitton e cabelo impecável (é gerente comercial reformada, informa) vem aqui "desde bebé". Porquê? "Sei lá. Talvez porque os meus pais me trouxeram. Sou do tempo em que era tudo lama, e não havia onde ficar, dormíamos no carro. Agora... É quase uma romaria, para não dizer que é mesmo uma romaria." Sorri. "Tenho dito: agora vou ouvir o Papa." Bento XVI lê uma mensagem e dirige-se a seguir, de novo no papamóvel, para o cimo do recinto, para a nova Igreja da Santíssima Trindade.
Lá dentro, espera-o uma assembleia composta sobretudo por religiosos e religiosas. Mas quando o Pontífice entra o templo é um cenário de concerto pop: palmas e gritos, pessoas em pé sobre o espaldares das cadeiras e dezenas de telemóveis ao alto, a filmar e a fotografar.
Não chega contemplar e sentir, parece, nem sequer entre aqueles a quem a seguir o Papa vai falar, na sua voz pausada, agora cada vez mais rouca, às vezes quase inaudível, sobre saber escutar com o coração e dar disso o exemplo.

http://dn.sapo.pt/inicio/portugal/inter ... id=1568628
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Papa

Mensagempor XôZé » Domingo 16 Maio 2010, 11:37

Recuso-me determinantemente a ler textos dessa garota. :evil:

Da AG ainda vá... 8-)
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Papa

Mensagempor Arp » Domingo 16 Maio 2010, 13:17

A aprendizagem não é compulsória.
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Papa

Mensagempor Arp » Domingo 16 Maio 2010, 17:13

Pela falta de participação depreendo que nem o Sca foi levar a moto 4 ao Papa para benzer, nem o Vivi compareceu aos shows a pedir a divina protecção aos revoltosos de toda a Europa. :?
Anda mal a fé.
:mrgreen:
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Papa

Mensagempor XôZé » Domingo 16 Maio 2010, 18:59

Sobra sempre o zézé_n...espera que vais ver. :lol:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Papa

Mensagempor Scalabis » Terça-Feira 18 Maio 2010, 12:32

Arp Escreveu:Pela falta de participação depreendo que nem o Sca foi levar a moto 4 ao Papa para benzer, nem o Vivi compareceu aos shows a pedir a divina protecção aos revoltosos de toda a Europa. :?
Anda mal a fé.
:mrgreen:


O Sca leva estas situações a sério e não gosta que se faça chacota de algo em que acredita profundamente, como não os posso calar nem apagar o que escrevem limito-me a vir só de vez em quando.
Continuo com a mesmas questões e duvidas em relação a algumas pessoas que embora não tenham fé e que ninguém lhes impinja seja o que for, não conseguem estar um dia sem falar na igreja, isto é uma obsessão compulsiva, deviam consultar um médico.
Imagem

Imagem Imagem
Avatar do Utilizador
Scalabis
Alexandre, o grande
Alexandre, o grande
 
Mensagens: 1385
Registado: Quinta-Feira 11 Outubro 2007, 22:17
Localização: Santarém Ribatejo Portugal

Re: Papa

Mensagempor XôZé » Terça-Feira 18 Maio 2010, 23:39

Scalabis Escreveu: ...isto é uma obsessão compulsiva, deviam consultar um médico.


Eu, se fosse motoqueiro como tu, garanto que até levava a motoreta ao padre da paróquia para a benzedura que se impõe mas emendava pelo menos o supra reproduzido :?

Sou eu a falar que não percebo muito de motocicletas... ;)

Aqui cabe a amizade mas admito que existem amigos que nos tiram do sério, lá isso existem. :twisted:

Só o Salazar vezes 10 é que resolvia isto. :P

Abraço de estima sincera. ;)
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Papa

Mensagempor Arp » Terça-Feira 18 Maio 2010, 23:59

Scalabis Escreveu:O Sca leva estas situações a sério e não gosta que se faça chacota de algo em que acredita profundamente, como não os posso calar nem apagar o que escrevem limito-me a vir só de vez em quando.
Continuo com a mesmas questões e duvidas em relação a algumas pessoas que embora não tenham fé e que ninguém lhes impinja seja o que for, não conseguem estar um dia sem falar na igreja, isto é uma obsessão compulsiva, deviam consultar um médico.



RAP Escreveu:Acreditar que Deus existe é uma convicção profunda, mas acreditar que não existe, curiosamente, não é.
RAP

Eu sei que tu levas estas coisas/situações muito a sério, mas...
Scalabis Escreveu:Realmente... :roll: tenho que mudar o capitão... vou procurar uma foto onde o Papa esteja fotogénico :mrgreen:

...e não gostas que se faça chacota de algo em que acredites profundamente, mas...
Scalabis Escreveu:É só posts de merda :mrgreen:

Scalabis Escreveu:Isso tem melhorado a olhos vistos por aí :risada: já têm computador e até Skype :grin: vais ver que mais uma década e chega o micro :whistle:

Scalabis Escreveu:Ainda te vamos ver a desfilar no sambodromo ó pé de chumbo :mrgreen:

Scalabis Escreveu:Vais ver que agora começa-te a crescer a barriga, os pelos nas orelhas e nas sobrancelhas, sinal que estás a ficar velho e sem humor....

Scalabis Escreveu:Parece um macaquinho amestrado :mrgreen:

Scalabis Escreveu:Já te estou a ver a desviar um Airbus A380 para bater no concorvado :mrgreen:

Scalabis Escreveu::risada:
Como está de braços abertos ele pensa que é outra personagem, que não Cristo o redentor :mrgreen:

Scalabis Escreveu:...já me esforcei e não consigo achar-lhe piada nenhuma :? ao video, porque contigo parto-me todo a rir :mrgreen:

Scalabis Escreveu:Nem me vou dar ao trabalho :twisted: de te tentar explicar o meu conceito de tradição, valentia e coragem, nunca o perceberias :mrgreen: a tradição então está completamente desvirtuada desde que li aqui que vocês aceitam a maricagem como uma coisa normal... enfim :roll:

Scalabis Escreveu:Já me tinhas dito ó Arp... :risada: queres então dizer-me que não se utilizava a bela da Miquelina :mrgreen: a saberes o que tu sabes, só mesmo á porrada :twisted:

Scalabis Escreveu:Velhos do caraças :risada:

Scalabis Escreveu:
zézen Escreveu:VIVAM OS CAPITÃES DE ABRIL!
VIVA SALGUEIRO MAIA !
VIVA OTELO SARAIVA DE CARVALHO !


As diferenças até nem são muitas, um será sempre reconhecido como um capitão de Abril, um homem que marcou o final da ditadura, um exemplo de valentia grandeza e um homem de bem, o outro, um assassino filho de puta.


...e também sei que tu fazes apenas piadas sobre o que não gostas ou não concordas ou colocas as tuas sérias razões e eu, como sou muito estúpido, faço chacota ou digo parvoíces ofensivas.

Já comemos na mesma (tua) mesa, Sca, e nem me deixaram pagar (obrigado a todos), mas nem por isso ninguém ganhou o direito de obstar a que exprima o que sinto e me apetece, quando e onde o sinto e me apetece e já é sabido que aceito discutir todos os contraditórios.
Por favor discutam comigo quando não concordarem, mas não me venham dar uma de meninos ofendidos na falta de argumentos, verificáveis se possível, para me contradizer. Na pior das hipóteses há sempre a possibilidade de recorrer ao Amorim.


Arp em 06 Jan 2008, 20:38 Escreveu:Eu sou um ferrador, pá, e o ponto onde o meu maço acerta depende sempre do modo como os animais me estendem as patas, mas, de qualquer modo, esforço-me sempre para os deixar bem amanhados. :whistle:


Um abraço
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

AnteriorPróximo

Voltar para Religião

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes

cron