humor & caridade

Re: humor & caridade

Mensagempor Arp » Terça-Feira 31 Agosto 2010, 12:34

Vá lá, um pouco de preconceito de vez em quando, se tiver piada, não mata...

Deus reuniu toda a gente do mundo num local e pediu a Moisés, Jesus e Maomé que dividissem entre si essas pessoas e formassem a sua própria tribo.

Em primeiro lugar e por ordem de antiguidade, Moisés escolheu as mulheres mais belas e inteligentes e com elas formou o seu clã.

Em seguida, Jesus escolheu as mais belas mulheres e formou o núcleo cristão.

Quando Maomé viu o que restava, gemeu e gritou: «Por amor de Deus, cubram-se!!!!»
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: humor & caridade

Mensagempor XôZé » Terça-Feira 31 Agosto 2010, 17:11

Ora aqui está finalmente algo de religioso com a sua graça. :lol: :lol: :lol:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: humor & caridade

Mensagempor Arp » Quarta-Feira 1 Setembro 2010, 19:36

Não se te pode servir um preconceitozinho, que te aproveitas logo. :mrgreen:
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: humor & caridade

Mensagempor zézen » Segunda-Feira 13 Setembro 2010, 03:27

A Queima do Alcorão

Imagem

Ao que parece, uma pastor evangélico americano de nome Terry Jones quer instituir uma iniciativa a que chamou o «Dia Nacional da Queima do Alcorão».
Só mesmo de um cristão fanático, ainda para mais um pastor evangélico, poderia vir uma imbecilidade destas.

Por uma questão de princípio, e em primeiro lugar, não se devem queimar livros. A História já tem exemplos de sobra de queimas de livros, da Biblioteca de Alexandria às cerimónias nazis em Nuremberga, passando pelos autos de fé da Inquisição.

Em segundo lugar, porque se este pastor chama ao Alcorão um livro de ódio e do Diabo deveria chamar o mesmo à Bíblia, que pouca diferença fazem um do outro.

Mas o que é mais curioso é que o tal pastor Terry Jones não deixa de ter alguma razão: a queima de um livro não deixa de ser uma forma absolutamente legítima de liberdade de expressão. E se o livro é um Alcorão ou uma Bíblia e isso constituir uma blasfémia, não deixa esse acto também de constituir o exercício de uma liberdade fundamental dos cidadãos.

Pode até ser uma iniciativa estúpida. Mas não tem também o homem o direito à sua estupidez?

Mas é também óbvio que, por muito que isso seja liberdade de expressão, a queima de um Alcorão ou de uma Bíblia pode também constituir, em determinadas circunstâncias, um acto de intolerância absolutamente gratuito, dirigido não mais do que à ofensa dos sentimentos religiosos das pessoas.

Ou seja, o direito à blasfémia, por fundamental que seja, não deve ser exercido e dirigido unicamente com o propósito de ofender e achincalhar os sentimentos religiosos dos outros, por ridículos que sejam, um direito fundamental que igualmente lhes assiste.
Não me passa pela cabeça ir fazer uma queima ritual de Bíblias à saída da missa da Sé Catedral somente para ofender os fiéis, embora admita fazê-lo noutras circunstâncias.

Acontece que por todo o lado se fazem pedidos desesperados ao pastor para ele ter juízo e para não queimar a porcaria dos livros. Até o presidente Obama já se meteu nisso.
O que é pena é que tais pedidos sejam feitos, provavelmente com o caso das caricaturas dinamarquesas na memória, com um medo imenso que os fanáticos religiosos islâmicos comecem por esse mundo fora a incendiar interesses ocidentais e a matar pessoas.

E de facto, perante isto, o melhor era o pastor estar quieto.

Então, cá temos o exercício de um direito fundamental à liberdade de expressão, por estúpido e inútil que seja e por muito que seja motivado pelo ódio e pela intolerância de um religioso fanático, limitado uma vez mais pelo medo ao ódio e à intolerância dos religiosos fanáticos de outra religião.

E cá temos, uma vez mais, o nosso mundo refém e metido no meio do fanatismo e do ódio de duas intolerâncias religiosas.

# posted by Luis Grave Rodrigues
http://rprecision.blogspot.com/
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: humor & caridade

Mensagempor Arp » Segunda-Feira 22 Novembro 2010, 22:10

Dois padres resolveram passar férias numa boa praia, pretendendo aparentar ser apenas dois veraneantes mais evitando qualquer sinal exterior que pudesse denunciar a sua actividade clerical.

Com este fim dirigiram-se a um ressort famoso no Allgarve e, antes mesmo de se instalarem no hotel, foram-se a uma loja de desportos de mar e adquiriram o último grito em moda de verão. Havaianas coloridas, calções de surf com coqueiros estampados, t-shirts dos Tokyo Hotel, óculos de sol espelhados, toalhas de praia a condizer e tudo o mais que corresponde.

Na manhã seguinte, enfarpelados de puros turistas, esparramaram-se em cadeiras de praia debaixo de um guarda-sol, a chupar umas cervejas e a trabalhar p´ró bronze à beira mar. Vida boa!

Estavam nestes anónimos gozos quando vêem vir na sua direcção um mulherão a bater ancas e abanar seios em cadência e poses de modelo da Playboy, despida com um biquíni tamanho “quase nada extra”, que os cumprimentou com um largo sorriso:

- Bom dia Padre João! Bom dia Padre António! Então? A curtir um solinho?

Enquanto os dois ficavam de boca aberta, mudos de espanto e desejo, a torcer os cachaços para a seguir, a espantosa visão continuou o seu curvilíneo caminho.
Saindo de repente do seu torpor, padre João balbuciou:

- Óóóó... óóó... menina! Desculpe lá...

Ela parou e olhou de novo para eles com aquele sorriso de lhes pôr as cervejolas a evaporar...

- Bem... quer dizer... hummmm... prontos, nós de facto somos padres, mas como é que deu conta disso?

E ela, gargalhando:

- Então, Padre João? Sou eu, a Irmã Ângela... também tô de férias, né?!
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: humor & caridade

Mensagempor XôZé » Terça-Feira 23 Novembro 2010, 21:29

:risada: :risada: :risada:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: humor & caridade

Mensagempor Arp » Quarta-Feira 24 Novembro 2010, 21:35

Era sábado, dia do banho do padre João.
A jovem irmã Madalena já havia preparado a água e as toalhas, exactamente
como o velho padre gostava. Irmã Madalena foi também instruída para não
olhar para o corpo nu do padre, e fazer apenas o que ele lhe pedisse. E
rezasse...
Na manhã seguinte, a madre superiora perguntou à irmã Madalena se
o banho havia decorrido bem.
- Ah! Madre - disse irmã Madalena - eu fui salva!
- Salva? Como assim? - Perguntou a madre superiora.
- Bom, quando o padre João estava todo ensaboado, ele pediu-me para
enxaguá-lo. Enquanto eu estava tirando o sabão, ele guiou a minha mão para o
meio das suas pernas, onde ele disse que Deus guarda a chave do paraíso.
Então, ele disse que se aquela chave coubesse na minha fechadura, os
portões do paraíso se abririam para mim e eu teria a salvação e a paz
eterna. Nisso, o padre João colocou a chave do paraíso na minha fechadura.
Primeiro foi uma dor horrível, mas o padre disse que o caminho da salvação é
mesmo doloroso, e que a glória do senhor iria encher o meu coração de
êxtase. Assim foi, eu fui salva!
- Aldrabão!!! - Berrou, furiosa, a madre superiora - Há mais de trinta anos
que ele me diz que aquilo é um apito para chamar os anjos...
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: humor & caridade

Mensagempor Arp » Sábado 4 Dezembro 2010, 18:29

Um jovem noviço chegou ao mosteiro e lhe deram a tarefa de ajudar os outros monges a transcrever os antigos cânones e regras da Igreja Católica. Ele se surpreendeu ao ver que os monges faziam seu trabalho a partir de cópias e não dos manuscritos originais.
Foi falar com o abade e explicou que, se alguém cometesse um erro na primeira cópia, esse erro se propagaria em todas as cópias posteriores. O abade lhe respondeu que há séculos copiavam da cópia anterior, mas que achava bem procedente a observação do noviço.
Na manhã seguinte, o abade desceu até as profundezas da caverna no porão do mosteiro, onde eram conservados os manuscritos e pergaminhos originais, intocados há muitos séculos.
Passou-se a manhã, a tarde e depois a noite, sem que o abade desse sinal de vida.
Preocupado, o jovem noviço decidiu descer e ver o que estava acontecendo. Encontrou o abade completamente descontrolado, com as vestes rasgadas, batendo a cabeça ensanguentada nos veneráveis muros do mosteiro.
Espantado, o jovem monge perguntou:
- Abade, o que aconteceu?
- Aaaaaaaahhhhhhhhhh!!! CARIDADE... meu jovem... CARIDADE!!!
Eram votos de "CARIDADE" que tínhamos que fazer e não de "CASTIDADE"!!!
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: humor & caridade

Mensagempor Arp » Domingo 2 Janeiro 2011, 04:28

Um homem depois de ter apanhado uma grande bebedeira vai roubar galinhas, no dia seguinte sente-se muito arrependido e vai ao confessionário e diz:

- Sabe senhor padre eu ontem não estava bem e fui roubar galinhas, o que é que eu hei-de fazer para remediar isto?

E o padre responde que ele deve dar 10 euros à primeira mulher que vir.
Ele sai da igreja ( a igreja até ficava numa esquina) e encontra uma mulher e diz:
- 10 euros!!
E a mulher responde:
- 25!!
E ele diz:
- Mas o senhor padre diz que são 10!!
- Mas o senhor padre já é cliente antigo!
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: humor & caridade

Mensagempor Arp » Terça-Feira 3 Maio 2011, 23:52

Imagem
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Anterior

Voltar para Religião

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 2 visitantes

cron