Lingua e Cultura

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor zézen » Segunda-Feira 29 Setembro 2008, 10:42

Presidente Lula da Silva promulga Acordo Ortográfico
29.09.2008 - 09h19 Lusa

O presidente brasileiro, Luíz Inácio Lula da Silva, assina hoje o decreto para promulgação do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, que unifica e simplifica a forma de escrever nos oito países onde o português é a lingua oficial.

A data escolhida é simbólica, coincide com o aniversário da morte de Joaquim Maria Machado de Assis, considerado o mais universal dos escritores brasileiros e um clássico do idioma português.

A assinatura do acordo será feita durante uma sessão solene na sede da Academia Brasileira de Letras, Rio de Janeiro, a culminar com as celebrações do centenário de Machado de Assis (1839-1908).

O Acordo Ortográfico foi aprovado em Dezembro de 1990 por representantes de Portugal, Brasil, São Tomé e Príncipe, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Angola e Moçambique, porque Timor-Leste só aderiu em 2004, após a independência da Indonésia.

Para vigorar, tem de estar ratificado por um mínimo de três dos oito países, o que foi alcançado em 2006 com São Tomé e Príncipe, Cabo Verde e Brasil, seguidos de Portugal, em Maio passado.

O texto vigorará no Brasil a partir de Janeiro de 2009 e terá implantação gradual, sendo introduzido nos livros escolares em 2010, para se tornar obrigatório em 2012.

Esta reforma não esteve isenta de polémicas políticas e académicas, sobretudo em Portugal, onde quase dois por cento do vocabulário do dia-a-dia ficará afectado, contra apenas 0,5 por cento no Brasil.
http://ultimahora.publico.clix.pt/noticia.aspx?id=1344262&idCanal=14
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor Viriato » Segunda-Feira 29 Setembro 2008, 20:47

zézen Escreveu: porque Timor-Leste só aderiu em 2004, após a independência da Indonésia.



e eu a pensar que a Indonésia já era independente há muito mais tempo ! :risada:
Imagem
Sou capaz do melhor como do pior, mas no pior, sou eu o melhor !
Avatar do Utilizador
Viriato
Manda chuva
Manda chuva
 
Mensagens: 3077
Registado: Segunda-Feira 8 Outubro 2007, 16:38
Localização: Cidade Luz

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor zézen » Terça-Feira 30 Setembro 2008, 04:12

O português tem destas coisas. :P
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor Viriato » Terça-Feira 30 Setembro 2008, 18:19

zézen Escreveu:O português tem destas coisas. :P


talvez sejas tu, e não o português ! :twisted:
Imagem
Sou capaz do melhor como do pior, mas no pior, sou eu o melhor !
Avatar do Utilizador
Viriato
Manda chuva
Manda chuva
 
Mensagens: 3077
Registado: Segunda-Feira 8 Outubro 2007, 16:38
Localização: Cidade Luz

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor XôZé » Terça-Feira 30 Setembro 2008, 18:44

Viriato Escreveu:
zézen Escreveu: porque Timor-Leste só aderiu em 2004, após a independência da Indonésia.



e eu a pensar que a Indonésia já era independente há muito mais tempo ! :risada:


O texto devia ter sido escrito desta forma:

...porque Timor-Leste só aderiu em 2004, após se ter tornado independente da Indonésia.

Sempre se evitavam piçadas. :mrgreen:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor zézen » Quarta-Feira 1 Outubro 2008, 12:05

Se calhar... :?
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor Arp » Domingo 14 Dezembro 2008, 21:22

Millôr Fernandes Escreveu:O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela diz.
Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"?
O "foda-se!" aumenta a minha auto-estima, torna-me uma pessoa melhor.
Reorganiza as coisas. Liberta-me.
"Não quer sair comigo?! - então, foda-se!"
"Vai querer mesmo decidir essa merda sozinho(a)?! - então, foda-se!"
O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição.

Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia.

"Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a
ideia de muita quantidade que "comó caralho"?
"Comó caralho" tende para o infinito, é quase uma expressão
matemática.

A Via Láctea tem estrelas comó caralho!
O Sol está quente comó caralho!
O universo é antigo comó caralho!
Eu gosto do meu clube comó caralho!
O gajo é parvo comó caralho!

Entendes?
No género do "comó caralho", mas, no caso, expressando a mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fodas!".
Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem.
O "nem que te fodas!" é irretorquível e liquida o assunto.
Liberta-te, com a consciência tranquila, para outras actividades de maior interesse na tua vida.
Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro para ir surfar na praia? Não percas tempo nem paciência. Solta logo um definitivo:
"Huguinho, presta atenção, filho querido, nem que te fodas!".
O impertinente aprende logo a lição e vai para o Centro Comercial encontrar-se com os amigos, sem qualquer problema, e tu fechas os olhos e voltas a curtir o CD (...)

Há outros palavrões igualmente clássicos.
Pensa na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", falado assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba.
Diante de uma notícia irritante, qualquer "puta-que-o-pariu!", dito assim, põe-te outra vez nos eixos.
Os teus neurónios têm o devido tempo e clima para se reorganizarem e encontrarem a atitude que te permitirá dar um merecido troco ou livrares-te de maiores dores de cabeça.
E o que dizer do nosso famoso "vai levar no cu!"? E a sua maravilhosa e reforçadora derivação "vai levar no olho do cu!"?
Já imaginaste o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta:
"Chega! Vai levar no olho do cu!"?

Pronto, tu retomaste as rédeas da tua vida, a tua auto-estima.
Desabotoas a camisa e sais à rua, vento batendo na face, olhar firme, cabeça erguida, um delicioso sorriso de vitória e renovado amor-íntimo nos lábios.
E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de maior poder de definição do Português Vulgar: "Fodeu-se!". E a sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!".
Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de ameaçadora complicação?
Expressão, inclusivé, que uma vez proferida insere o seu autor num providencial contexto interior de alerta e auto-defesa. Algo assim como quando estás a sem documentos do carro, sem
carta de condução e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a mandar-te parar. O que dizes? "Já me fodi!"
Ou quando te apercebes que és de um país em que quase nada funciona, o desemprego não baixa, os impostos são altos, a saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os
empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a desejada reforma tem que aumentar … tu pensas “Já me fodi!”

Então:
Liberdade,
Igualdade,
Fraternidade

e
foda-se!!!

Mas não desesperes:
Este país … ainda vai ser “um país do caralho!”
Atenta no que te digo!

Millôr Fernandes
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor XôZé » Domingo 14 Dezembro 2008, 21:48

Mai nada!!! :content:
Imagem
Avatar do Utilizador
XôZé
Mouro
Mouro
 
Mensagens: 5218
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 02:12

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor zézen » Sábado 3 Janeiro 2009, 18:35

Sò para quem domina mais de duas linguas. :P



Nem de propósito
Maria João Pires

O Miguel, n'Os tempos que correm, relembra alguns dos aniversários marcantes do ano que acabámos de inaugurar. Na lista encontramos referência aos "450 anos da primeira definição documentada do clítoris (De re anatomica de Matteo Renaldo Columbo)". Esta obra serviu de inspiração a um livro que fez algum sucesso nos tops das livrarias há uns anos, O Anatomista de Federico Adahazi (os menos atreitos a pruridos morais com piratarias podem encontrá-lo aqui).

Nos últimos dias esta casa tem sido palco de um debate intenso, com laivos de surrealidade, que atingiu o seu ponto alto quando o principal animador da discussão nos deixou um link para um slide show de uma excisão feminina, a que acrescentou a frase "Está a ver como tudo parece clean e convidativo?". Ao ler tal frase percebi que, de facto, um documentário que vi há tempos tinha escolhido muito bem o seu título, chamava-se "Le Clitoris - ce cher inconnu", porque só um desconhecimento profundo das (inegáveis) potencialidades do clitóris pode levar alguém a usar a palavra "convidativo" quando se fala da sua extracção. O documentário já esteve on-line integralmente, infelizmente agora já só se conseguem encontrar pequenos extractos e é um deles que vos convido a ver neste momento, à laia de exercício pedagógico. Ah! Sobre anatomia feminina e outras coisas que tal existe, publicado em português, o Mulher - Uma Geografia Íntima de Natalie Angier, que assenta como uma luva às preocupações expressas pela Palmira no post abaixo, já que é um ilustrativo exemplo de divulgação cientifica de fácil leitura.

http://jugular.blogs.sapo.pt/
a.o.s., foi, é, e serà sempre, um F.D.P.
Avatar do Utilizador
zézen
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
tem opinião sobre tudo, e sobretudo opinião
 
Mensagens: 5151
Registado: Sexta-Feira 12 Outubro 2007, 17:10
Localização: Cidade cinzenta

Re: Lingua e Cultura

Mensagempor Arp » Segunda-Feira 12 Abril 2010, 20:08

Dedicado especialmente, mas não só, ao ZZ... :grin:




Sobre a Vírgula

Campanha dos 100 anos da ABI
(Associação Brasileira de Imprensa).

Vírgula pode ser uma pausa... ou não.
Não, espere.
Não espere.

Ela pode sumir com seu dinheiro.
23,4.
2,34.

Pode criar heróis.
Isso só, ele resolve.
Isso só ele resolve.

Ela pode ser a solução.
Vamos perder, nada foi resolvido.
Vamos perder nada, foi resolvido.

A vírgula muda uma opinião.
Não queremos saber.
Não, queremos saber.

A vírgula pode condenar ou salvar.
Não tenha clemência!
Não, tenha clemência!

Uma vírgula muda tudo.
ABI: 100 anos lutando para que ninguém mude uma vírgula da sua informação.

Detalhes Adicionais: COLOQUE UMA VÍRGULA NA SEGUINTE FRASE:

SE O HOMEM SOUBESSE O VALOR QUE TEM A MULHER ANDARIA DE QUATRO À SUA PROCURA.
* Se você for mulher, certamente colocou a vírgula depois de MULHER...
* Se você for homem, colocou a vírgula depois de TEM...
O saber, o aprender o novo, só não encontra espaço em cabeças que já estão cheias, principalmente de ideias preconcebidas.
Arp
Avatar do Utilizador
Arp
Sargento-mor
Sargento-mor
 
Mensagens: 3414
Registado: Sábado 13 Outubro 2007, 14:02

AnteriorPróximo

Voltar para Arte e Cultura

Quem está ligado:

Utilizadores a ver este Fórum: Nenhum utilizador registado e 3 visitantes

cron